Como ensinar seu filho a viver com as diferenças!

Tempo de leitura: 2 minutos

Todos possuímos uma característica em comum, que é a de diferenciar. Não importa a idade, até mesmo quando criança e já frequentando creches, a diferenciação está inerente ao comportamento independentemente do sexo.

crecheA diferença pode ser valorizada através das crenças. Acreditar que ser diferente é algo natural faz com que aceitemos o outro como ele é e não como gostaríamos que fosse. O que torna uma pessoa insubstituível é a sua característica que faz dela alguém autêntica. A autenticidade é um componente que define cada um.

Sem as diferenças não teríamos identidade. Ao nascermos, recebemos um nome, que já nos torna diferentes dos demais. Mesmo que encontremos alguém com o mesmo nome, o sobrenome já nos faz novamente diferentes.

A Vila dos Animais

A percepção da diferença se intensifica quando a criança passa a estar fora do convívio familiar, em contato com outras pessoas, muitas vezes crianças da mesma idade, no ambiente escolar. Enquanto o menino e a menina conviver com os pais, a socialização será primária; a convivência com terceiros, distante dos familiares, torna-se socialização secundária.

A construção de si mesmo ocorre através da diferenciação. Além disso, permite que a criança se aproprie do mundo e do conhecimento, justamente porque a ideia de diferenciar causa curiosidade, motiva a descoberta, decifra enigmas.

Capacidade cognitiva infantil

histórias infantis exercem um papel de suma importância
História Zeca Memória de Elefante

As histórias infantis exercem um papel de suma importância na vida do pequenino, quando em fase de desenvolvimento. Segundo o periódico científico Child Development, o entendimento infantil ocorre já a partir dos três anos de idade.

Por isso, desde cedo elas são orientadas a saber a diferença entre um sapo e o príncipe e o porquê de apenas nas histórias acontecer de um anfíbio se tornar um humano, conhecido como príncipe encantado, e na vida real não.

Da mesma forma que eles são capazes de discernir entre a fantasia e a realidade, também desenvolvem habilidades intelectuais para entenderem que são diferentes de outras crianças e pessoas.

As histórias infantis são importantes na vida da criança porque desde cedo as ajudam a compreender o mundo que as cerca, rodeado de diferenças. A importância das histórias infantis está em fazer com que as crianças compreendam o que as tornam diferentes, colocando o aprendizado em prática, fazendo do ensinamento algo naturalmente explícito em seus comportamentos.

Ajudando a desenvolver virtudes e bons valores!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente um conteúdo de extrema importância! Que irá ajudar muito você e seu filho nos melhores momentos de suas vidas!>

Deixe seu comentário abaixo!

comentários